O Dilema de Shakespeare por Harry Turtledove

O Dilema de Shakespeare
por Harry Turtledove

Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 480
Editor: Saída de Emergência
  
Ser livre ou não ser livre... Eis a questão!

Em 1588, a invencível armada de Filipe, rei de Espanha e Portugal, zarpou de Lisboa para conquistar Inglaterra. Mas uma série de tormentas e o génio de Francis Drake desbarataram-na, salvando assim Inglaterra. O que aconteceria se essas tormentas nunca tivessem acontecido e Francis Drake não tivesse a sorte do seu lado? É isso que descobrimos neste fabuloso romance de Harry Turtledove. Onde dez anos depois do desembarque dos espanhóis, os ingleses vivem subjugados pela inquisição que atira os heréticos para a fogueira. E com a rainha Isabel encarcerada na torre de Londres, os ingleses não têm qualquer símbolo que os una contra os invasores. William Shakespeare é apenas mais uma vítima. Não tendo qualquer interesse na política, a sua paixão é escrever para o teatro onde as suas palavras provocam gargalhadas e lágrimas na população oprimida. Mas agora é dada a Shakespeare a oportunidade de escrever a sua maior obra... Um drama que incite os ingleses a levantarem-se contra os opressores e a mudar o curso da história.
Rating: 3,5/5

Comentário:
Nunca fui fã de literatura histórica. Mas o facto desta Inglaterra nunca ter existido cativou-me, como aqueles "ses" que brincam na parte de trás da nossa mente. Se isto tivesse acontecido, se aquilo não se tivesse passado. Como me ofereceram o livro pouco tempo depois, fiquei curiosa e quis começar a ler, como sempre a vida pôs-se pelo meio, e só agora tive tempo para o fazer.
Adorei o livro, segui Shakespeare em cada passo da sua revolução, suspirei com ele e suei com ele. Fui cúmplice, devo admitir desta revolta. Por isso aconselho-o vivamente a todos!

0 leitores reagiram:

Que pensam Encruzilhad@s?