Across the Universe, de Beth Revis

Across The Universe
de Beth Revis
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 416
Editor: PENGUIN BOOKS LTD / Razorbill
Resumo:
Amy deixou uma vida que amava num mundo a 300 anos de distância. Presa no espaço e congelada no tempo, Amy está a caminho de um novo planeta e uma nova vida. Mas cinquenta anos antes da data prevista para ela acordar, Amy é acordada violentamente quando alguém a tenta assassinar. Agora acordada e perdida numa nave onde nada faz sentido, Amy nunca se sentiu tão sozinha. E no entanto, há alguém que espera por ela.

Rating: 4/5

Comentário:
No que diz respeito a universos distópicos, Across The Universe era um livro que já queria ler há muito. Não só porque tenho um interesse por ficção cientifica e naves espaciais, como sou uma coração mole por histórias de amor com lapsos temporais.
Toda a ideia de criogenação me fascina, pessoas que são congeladas e viajam anos luz por um motivo dão-me arrepios na espinha, dos bons digo. Por isso quando acabei de ler o resumo deste livro e vi que a Amy não só ia ser criogenizada e posta numa nave espacial como só iria acordar, persupostamente, dali a 300 anos foi como se Beth Revis tivesse escrito este livro de propósito para mim.
A história começa com Amy e os pais a serem criogenados e "enlatados" na nave que os irá levar para um novo planeta. Devo confessar que aqui a história não é muito clara quanto ao motivo pelo qual os habitantes da Terra decidiram povoar outro planeta, a ideia que me ficou foi simplesmente a da descoberta e da experiência, talvez o tema seja abordado nos outros volumes.
A história é contada nos pontos de vista Amy e Elder, o rapaz que um dia herdará o controlo de Godspeed, a nave onde viajam, sendo que cada um tem direito a um "capítulo", que tanto pode ser algumas linhas, como várias páginas. Esta distribuição da história torna-a interessante e, em vez de destruir o mistério como pensei de inicio, acaba por o alongar, pois o saltitar de pontos de vista é bem usado para fazer cortes que deixam o suspense no ar.
Como tanto Amy, quando é "acordada", como Elder, que está a treinar para ser Eldest, estão a descobrir a nave onde viajam, assim como a verdade sobre o "mundo" onde vivem, o leitor acaba por numa se sentir perdido em nenhuma das narrativas.
Acompanhados de um elenco de personagens secundários que vão do simpático ao mais antipático possível, gostei da maneira como Revis fez com que Amy interagisse com todas estas e como Elder mudou a sua maneira de as ver, após começar a perceber o "mundo" através dos olhos de Amy.
O mundo de Across the Universe acaba por ser um pouco limitado, mas isso é normal, pois os personagens estão dentro de uma nave. Mesmo assim, a autora conseguiu incluir um campo verde, onde os Feedders tratam dos animais e mais umas quantas áreas interessantes. A minha versão do livro vem inclusivamente com uma planta da nave, o que torna a leitura muito mais interessante.
Um livro que sem dúvida recomendo para todos aqueles que gostam de universos distópicos e ficção-científica.

  • Este livro ainda não está editado em português;
  • Este livro faz parte de uma trilogia;
  • O segundo volume já está editado e chama-se "A Thousand Suns".

0 leitores reagiram:

Que pensam Encruzilhad@s?