Opinião: São Todos os meus Preferidos, de Sam McBratney

São Todos os meus Preferidos
de Sam McBratney com ilustrações de Anita Jeram
Edição/reimpressão: 2009
Páginas: 36
Editor: Editorial Caminho
Resumo:
Era uma vez uma Mamã Ursa e um Papá Urso que diziam aos seus três bebés ursos que eram os ursinhos mais lindos do mundo inteiro. Mas um dia os três bebés ursos puseram-se a pensar de qual é que a mãe e o pai gostavam mais. Não podiam ser todos o preferido... ou podiam?
Dos autores do grande êxito Adivinha Quanto Eu Gosto de Ti, uma nova história muitíssimo especial!

Rating: 4/5

Comentário: 
Desde pequena que leio, creio que a culpa disto deve ser embutida à minha mãe que sempre fez questão que eu tivesse bons livros para ler. Quer fosse A inveja da Xuxu ou um livro da Anita a minha mãe soube fazer a minha biblioteca de maneira a cativar-me e a "obrigar-me" a voltar para ler mais e mais.
A minha paixão por livros cresceu e quem nos segue sabe que gosto de comentar livros infantis que acho que poderão ser importantes para o desenvolvimento das crianças que os lêem (ou a quem os livros são lidos). Quando reparei que este livro estava na lista dos 20 Livros Infantis imprescindíveis a ter na biblioteca do seu filho da Imaginarium fiquei bastante surpresa porque não sabia que existia em português (eu li e tenho a versão inglesa) e decidi que mais pessoas deveriam saber da sua existência.
Sam McBratney é conhecido pelo seu livro Adivinha Quanto Eu Gosto de Ti mas eu creio que São Todos os meus Preferidos é sem dúvida o melhor dos dois livros. Talvez por o primeiro ter uma mensagem que é mais comum de encontrar que é a do amor infinito que o pai/mãe tem pelo seu rebento mas este livro acaba por ir mais fundo.
Nele temos três irmãos, todos ursinhos e maravilhosamente desenhados por Anita Jeram, que ouvem os seus pais dizer que eles são os mais lindos do mundo. E até aí tudo muito bem mas, de certeza, que havia um deles que os pais gostavam mais. 
A Ursinha acha que os seus pais devem gostar mais dos irmãos por serem meninos, os Ursinhos por seu lado acham que os pais devem gostar mais da Ursinha por ser a única menina.O mais velho acha que os pais devem gostar do mais pequeno e o mais pequeno que os pais devem gostar do mais velho. A história acaba por ser bem contada por jogar com todas as inseguranças infantis, afinal, parece que todos os irmãos tem um trunfo uns sobre os outros. Mas quem terá o trunfo maior?
Claro que nenhum porque os pais gostam deles por igual e apesar desta ser uma mensagem já conhecida e repetida imensas vezes, às vezes lê-la, ou ouvir os nossos pais a lê-la numa história, pode ser o suficiente para lhe dar dimensão e transportar a sua mensagem para a realidade. Quantas vezes nos disseram a mesma coisa vezes sem conta e só quando, finalmente, ouvimos a pessoa certa a dizê-la percebemos o que nos queriam dizer ou acreditamos no que nos queriam dizer?
Para além da história ser querida e transmitir uma mensagem importante, o livro também está maravilhosamente ilustrado por Anita Jeram, o que sem dúvida contribui para uma melhor experiência de leitura.
E para terminar deixo-vos aqui a primeira página deste fantástico livro que sem dúvida deve estar presente nas estantes de todos os rebentos.

0 leitores reagiram:

Que pensam Encruzilhad@s?