Passatempo: Não me Roubes a Alma, de Inês Santos

 
Colecção: Mais Que Mil Palavras
Páginas: 178
Data de publicação: Maio de 2013

O livro "Não me Roubes a Alma” conta as histórias de vários dos momentos fotografados pela própria e mostra um outro olhar através dos textos de 31 figuras públicas. Porque há olhares e rostos de crianças que Inês jamais esquecerá, 50% dos lucros de venda deste livro revertem para o Instituto de Apoio à Criança e para a Associação de Apoio à Criança de Guimarães.

Fotografias comentadas por:
Manuela Ramalho Eanes, Herman José, Helena Isabel, José Raposo, Leonor Poeiras, Zé Manel (Darko), Nuno Lobito, Rui Zink, Sandra Cóias, João Gil, Heitor Lourenço, Andreia Dinis, Ricardo Ribeiro, Nelson Rosado, Sónia Araújo, José Carlos Pereira, Laurinda Alves, Margarida Pinto Correia, Tânia Ribas de Oliveira, Luís Figo, José António Tenente, Júlio Magalhães, Catarina Furtado, José Carlos Malato, FF (Fernando Fernandes), Sara Tavares, Oceana Basílio, Rita Mendes, Jorge Gabriel, Sérgio Rosado e Manuel Serrão.


Mais uma vez, o Encruzilhadas Literárias alia-se à Chiado Editora para vos trazer mais um fantástico passatempo. Está em jogo um exemplar do livro "Não me Roubes a Alma" de Inês Santos. Para se habilitarem a este exemplar, basta participarem entre 1 e 7 de Agosto preenchendo correctamente o formulário.

Regras do Passatempo: 
1) O passatempo decorre até às 23h59 do dia 7 de Agosto de 2013.

2) Todos os dados solicitados devem ser devidamente preenchidos e completos.
3) Só serão aceites uma participação por pessoa e morada, em todo o território português (Portugal continental e ilhas).
4) O/A vencedor/a será sorteado de forma aleatória (random.org), sendo o resultado anunciado na página do blog e o contacto efectuado por e-mail.
5) O Encruzilhadas Literárias e/ou a Editora não se responsabilizam pelo extravio ou danos causados pelos CTT no exemplar enviado.

3 leitores reagiram:

  1. Esperemos que a minha filha não participe, visto que usa a morada cá de casa. Este quero-o mesmo!

    ResponderEliminar
  2. "Com quantos textos de figuras públicas conta este livro?" ou "de quantas figuras publicas são os textos?"? eu não encontro a informação se há um texto por cada figura pública... mas vou assumir que sim.. :S

    ResponderEliminar
  3. Bem ponderado Marta Vieira, não tinha visto a questão desse prisma. Mas fez uma boa suposição :)

    ResponderEliminar