Opinião: O Homem que Mordeu o Cão - Os Clássicos, de Nuno Markl


O Homem que Mordeu o Cão - Os Clássicos
de Nuno Markl
 
Edição/reimpressão: 2015 
Páginas: 334
Editor: Objetiva
  



Resumo: 
O Homem que Mordeu o Cão – Os Clássicos" é uma compilação das melhores histórias alguma vez publicadas em livro e de alguns textos inéditos.
O primeiro livro do Homem que Mordeu o Cão, publicado em 2002, já vendeu 160 mil exemplares. A rubrica da rádio comercial "O Homem que Mordeu o Cão" está no ar desde 1997 e tem uma legião de fãs incondicional e muito atenta.

Rating: 3/5

Comentário: Nos últimos dois anos, passei a acompanhar mais de perto o trabalho de Nuno Markl, devido ao programa matinal da Rádio Comercial. Acho-o com pinta, e com sentido de humor (especialmente quando não é forçado e tenta ser forçosamente engraçado), pelo que o programa no todo, e as crónicas do Homem Que Mordeu o Cão são um bálsamo (pelo menos) semanal para descontrair e aliviar o stress. Esta compilação corresponde às estórias mais mirabolantes, divertidas, insanas, caóticas, irreais e incompreensíveis que já passaram pel' O Homem Que Mordeu o Cão. Na verdade, e porque são registos do que nos é apresentado na rádio diariamente, é fácil ouvir a voz do Markl em todos os relatos, com as entoações acertadas, as cadências nos sítios certos, o que só torna tudo isto mais vívido quando as lemos. Quanto às crónicas escolhidas, não sei se serão as melhores para integrar os clássicos, até porque do bizarro vive a Internet diariamente e já não nos espantamos facilmente. Serviram para entreter de qualquer forma e enquadraram bem as várias categorias criadas. Os desbloqueadores de conversa são os que menos me fazem sentido, pelo que acho-os dispensáveis, mas pelo menos serviu-me como uma leitura noturna para descomprimir e curar uma noite de insónias.

 
Cláudia
Sobre a autora:
 
Maratonista de bibliotecas, a Cláudia lê nos transportes públicos enquanto observa o Mundo pelo canto do olho. Defensora da sustentabilidade e do voluntariado, é tão fácil encontrá-la envolvida num novo projeto como a tagarelar sobre tudo e mais alguma coisa. É uma sonhadora e gosta de boas histórias, procurando-as em cada experiência que vive.

0 leitores reagiram:

Que pensam Encruzilhad@s?