Opinião: Fangirl, de Rainbow Rowell

Fangirl
de Rainbow Rowell
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 433
Editor: St. Martin's Press 
Resumo:
A coming-of-age tale of fan fiction, family and first love.
Cath is a Simon Snow fan.
Okay, the whole world is a Simon Snow fan . . .
But for Cath, being a fan is her life — and she’s really good at it. She and her twin sister, Wren, ensconced themselves in the Simon Snow series when they were just kids; it’s what got them through their mother leaving.
Reading. Rereading. Hanging out in Simon Snow forums, writing Simon Snow fan fiction, dressing up like the characters for every movie premiere.
Cath’s sister has mostly grown away from fandom, but Cath can’t let go. She doesn’t want to.
Now that they’re going to college, Wren has told Cath she doesn’t want to be roommates. Cath is on her own, completely outside of her comfort zone. She’s got a surly roommate with a charming, always-around boyfriend, a fiction-writing professor who thinks fan fiction is the end of the civilized world, a handsome classmate who only wants to talk about words . . . And she can’t stop worrying about her dad, who’s loving and fragile and has never really been alone.
For Cath, the question is: Can she do this?
Can she make it without Wren holding her hand? Is she ready to start living her own life? Writing her own stories?
And does she even want to move on if it means leaving Simon Snow behind?

Rating: 3/5

Comentário: 
Confesso que depois de ter lido Eleanor & Park de Rainbow Rowell não estava muito curiosa em relação aos seus outros livros. O meu problema inicial não foi a escrita ou enredo, foi efectivamente ter achado o livro por si pesado e me ter obrigado a acabar o mesmo. Contudo quando o acabei achei que faltava alguma coisa, não achei que Rowell tivesse resolvido bem o conflito que era o centro da históroia. Quando vi que a autora tinha outro livro chamado Attachements soube imediatamente que este não iria para a minha lista do "a ler".
No entanto, quando encontrei o Fangirl pela primeira vez no GoodReads apercebi-me que o mesmo tinha uma premissa interessante e após, a conselho da Cláudia, me ter posto a seguir o Book Club do Tumblr (que decidiu que este seria o primeiro livro a ler e me bombardeou o dash com posts sobre ele)  tive de me dar por derrotada e ir em busca do mesmo para ler.
Citando um pouco a Stacey, a responsável do blogue Prettybooks, este é um livro "para a internet" e sobre a internet. Este é um livro que fala de pessoas que passam tanto tempo on-line que para elas não há diferença entre amigos virtuais e amigos reais, pessoas que são parte de fandoms e as abraçam ao máximo, através de fanfics, fanmixs e fanart.
E este é o motivo pelo qual me foi tão fácil identificar com a Cath. Além de partilharmos o nome, partilhamos também a nossa paixão pela fandom e por fazer parte da mesma. Apesar de ter escrito fanfiction aqui há uns anos atrás, tenho a dizer que nunca fui tão popular como a Cath. Mas mesmo assim, tendo feito parte do fanfiction.net compreendo perfeitamente a paixão dela por escrever e por "postar" as suas histórias on-line.
Este é também um livro que nos fala sobre a primeira vez que nos afastamos da nossa família, da ida para a faculdade e das pessoas que lá conhecemos. Uma vez li que as pessoas que conhecemos na faculdade se tornam nossas amigas para a vida, que são elas que efectivamente passam quatro anos cruciais da nossa vida connosco e que, como trabalharão na nossa área, são aquelas com as quais teremos mais em comum.
Cath, a nossa personagem principal, sempre foi muito fechada mas como tinha a gémea, Wren, para lhe fazer companhia nunca sentiu a solidão. Mas agora a Wren não quer ser mais gémea, quer ser uma rapariga independente e seguir com a sua vida e Cath sente-se traída.
Creio que Rowell conseguiu captar a vida universitária com os seus altos e baixos, as novas amizades, as amizades mais antigas e o distanciamento da família para que possamos crescer e nos encontrar. Gostei da maneira como a Cath se foi expandindo e das pessoas que ela encontrou.
O enredo foi interessante mas achei as partes sobre a fandom (que se nota bem foi baseada em Harry Potter e no ship Harry x Draco) muito mais interessantes e por isso achei bastante engraçado que a autora tenha decidido publicar a fic de Cath (Carry On) como um livro independente.
Para concluir gostaria de dizer que apesar de Fangirl ser um livro interessante ainda não me conseguiu converter como fã desta autora.


Ki
(Catarina)
Sobre a autora:

Bibliófila assumida e escritora de domingo. Gosta de livros e tudo o que esteja relacionado com eles, tem a mania que tem opiniões sobre coisas e gosta de as expor no seu blog conjunto Encruzilhadas Literárias, tem também uma conta no GoodReads e é das melhores coisas que já lhe aconteceu.

0 leitores reagiram:

Que pensam Encruzilhad@s?