Trilogia "Caçadores de Sombras"


Amor. Sangue. Traição. Vingança. A fasquia está mais alta do que nunca.

Harry Potter, Twilight, Os Jogos da Fome e agora Caçadores de Sombras, estes são os nomes das última sagas literárias a tomarem forma no grande ecrã!
E os portugueses vão já poder ver "Clary" nos cinemas pois a actriz Lily Collins que irá protagonizar a heroína da saga, entra em "Espelho meu, espelho meu" como Branca de Neve.
O Encruzilhadas tornou a juntar mãos após o nosso comentário sobre a trilogia 'Os Jogos da Fome e decidiu fazer um breve comentário sobre esta nova saga agora que o quarto volume, "A Cidade dos Anjos Caídos" entrou nas prateleiras das livrarias pelas mãos da Editorial Planeta!

Resumo:
A Cidade dos Ossos
Edição/reimpressão: 2009
Editor: Editorial Planeta

No Pandemonium, a discoteca da moda de Nova Iorque, Clary segue um rapaz muito giro de cabelo azul até que assiste à sua morte às mãos de três jovens cobertos de estranhas tatuagens. Desde essa noite, o seu destino une-se aos dos três Caçadores de Sombras e, sobretudo, ao de Jace, um rapaz com cara de anjo, mas com tendência a agir como um idiota…

ATENÇÃO SPOILERS NOS RESUMOS SEGUINTES
A Cidade das Cinzas 
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 360
Editor: Editorial Planeta

Clary Fray só queria que a sua vida voltasse ao normal. Mas o que é normal quando és um Caçador de Sombras? A tua mãe está em estado de coma induzido por artes mágicas, e de repente começas a ver lobisomens, vampiros e fadas? A única hipótese que Clary tem de ajudar a mãe é pedir ajuda ao diabólico Valentine, que, além de louco, simboliza o Mal – para piorar o cenário também é seu pai.

A Cidade de Vidro
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 408
Editor: Editorial Planeta

Para salvar a vida da mãe, Clary tem de ir à Cidade de Vidro, o lar ancestral dos Caçadores de Sombras - não a incomoda que a entrada nesta cidade sem autorização seja contra a Lei e que violá-la possa significar a morte. Piorando mais a situação, ela vem a saber que Jace não a quer lá e que Simon foi encarcerado na prisão pelos Caçadores de Sombras que suspeitam de um vampiro que tolera a luz do Sol. Ao tentar descobrir mais pormenores sobre o passado da sua família, Clary encontra um aliado no misterioso Sebastian...

Rating: 4/5

Comentários:
Cláudia:
Numa altura em que livros sobre vampiros, lobisomens, anjos e demónios é prática recorrente, torna-se efectivamente difícil encontrar algo original. Cassandra Clare foi capaz de o fazer com o mundo dos Caçadores de Sombras.
Não só se denota uma reinvenção de personagens que muitos julgam já conhecer, como toda a conjugação do mundo e universo fantástico se revela fascinante e nos leva a adorá-lo profundamente, independentemente das acções e dos próprios personagens; o que revela uma contextualização muito bem conseguida. Esse é sem dúvida um dos pontos fortes da narrativa.
A maior parte da acção decorre segundo a perspectiva de Clary, uma rapariga inocente mas cheia de força, opiniões demarcadas e de uma moralidade elevada, que odeia injustiças e não olha  meios para as corrigir.
A organização secreta que tem como missão proteger e garantir a paz no mundo e o equilíbrio entre "raças", os Caçadores de Sombras, é por si só um grupo bastante complexo e peculiar. É aliás, devido a toda uma mecânica de lutas pelo poder e contra a corrupção de um grupo inicialmente abençoado pelo Anjo Raziel, que lhes deu poderes e capacidades acima do normal, que se desencadeia a acção. Mas sendo uma saga juvenil, não poderia faltar o romance, a intensidade das primeiras paixões, as frustrações de amores reprimidos e acima de tudo, muita acção! De facto, os eventos levados a cabo pelas personagens entre os primeiros dois livros não se prolongam para mais de umas duas/ três semanas, e tendo em conta a intensidade das revelações e consequências das acções sofridas, por vezes perdemos essa noção.
Por outro lado, o conjunto de personagens apresentadas é bastante rico, e todos eles apresentam uma dualidade entre força/ fragilidade, coragem destemida/insegurança, amor/ódio; próprias a qualquer idade, mas sem esquecer as revoluções internas da adolescência, mesmo junto daqueles que cresceram quase adultos. São jovens dinâmicos, com um sentido de humor peculiar (que muito me fez rir) e que no geral poderiam bem ser amigos que nos falassem directamente já que a tradução foi muito bem conseguida e conseguiu captar um discurso juvenil sem ser pueril  ou despropositado.
Como ponto fraco, destaco apenas o facto de em "A Cidade de Cinzas" e "A Cidade de Vidro" nos depararmos com as personagens a assumirem comportamentos erráticos para a composição apresentada no primeiro volume da saga, e que para mim me pareceram algo injustificados. De qualquer forma, isso não colocou em causa o meu interesse pela mesma, estando neste momento a percorrer as aventuras de Clary, Simon, Jace, Isabelle, Alec e tantos outros em "A Cidade dos Anjos Caídos".

Ki:
Comecei a trilogia dos Caçadores de Sombras porque queria experimentar um género diferente. Livros com vampiros e lobisomens não são o meu estilo mas tinham-me dito tão bem desta nova que saga que dei por mim com o livro nas mãos e a pensar "porque não?" enquanto pedia ao dono dele que mo emprestasse.
Depois de ler alguns livros dispóticos e de pura fantasia, foi giro rever um estilo de fantasia/paranormal que se enquadre dentro do nosso mundo. Foi também bastante interessante por uma vez gostar de ler um livro com criaturas mais "negras" como vampiros e lobisomens, como disse, não são de todo o meu estilo mas gostei da maneira como a Cassandra Clare os tratou e os adaptou ao mundo moderno.
Apesar de existirem alguns momentos na série em que duvidamos da capacidade de Clare, devido a inconsistências nas personagens, a série é no geral excelente e bastante cativante. O facto de entrarmos logo na acção deixa-nos um bocado pé atrás pois não percebemos bem o que se está a passar mas lentamente e à medida que Clary conhece o novo mundo onde entra, e que entramos com ela, vamos percebendo os problemas reais da realidade dos Caçadores de Sombras e percebendo o que se passa na história em si.
Cativante da primeira há última página, Caçadores de Sombras é uma saga sem dúvida a não perder para todos os apaixonados por romance paranormal/fantástico!

0 leitores reagiram:

Que pensam Encruzilhad@s?