A Princesa Espertalhona de Babette Cole

A Princesa Espertalhona
de Babette Cole

Edição/reimpressão: 2004
Páginas: 36
Editor: Terramar


Resumo:
A Princesa Espertalhona não se quer casar. Ela gosta de ser "Senhorita" e quer viver no seu castelo com os seus animais de estimação e fazer o que bem lhe apetecer. Como ela é muito bonita e muito rica todos os príncipes querem que ela seja a sua Senhora. Logo a Princesa Espertalhona vai ter de ter umas ideias muito espertas para lidar com os pretendentes que não quer... 

Rating: 4/5

Comentário:
Quem me conhece sabe que tenho um fraco por livros infantis. É a mais pura das verdades. E este livro conseguiu entrar para a minha lista de favoritos! Fiquei boquiaberta por descobrir que é original de 1987! Quem diria? A temática é tão actual!
Este é um livro de uma princesa que não quer casar! Para quê? Vive muito bem na sua casa que é o palácio onde tem espaço para ter todos os seus animais, além do mais, faz aquilo que bem quer e lhe apetece. Porque haveria ela de querer abdicar disso?
Adorei a maneira como a autora desenvolveu a história e as ideias geniais que a princesa foi tendo! Este é um livro sem dúvida feminista (aí, não temam a palavra!!) pois a princesa sabe bem o quer e está disposta a lutar por isso.
Há quem tema que um livro destes possa colocar nos miúdos a ideia de celibatarismo (comentei com uma amiga este livro e ela ia tendo um ataque de pânico), pessoalmente acredito que todos sabemos o que é melhor para nós. E acho que mostrar às crianças que não há mal nenhum em se ficar sozinho se assim se quiser acaba por ser bastante positivo! Afinal se já há livros a explicar o que é a adopção, e com personagens que tem dois pais ou duas mães, porque não haveria de haver um sobre uma rapariga que quer ficar solteira?
Este é um livro que sem dúvida vou adquirir brevemente para a biblioteca dos meus futuros miúdos e para a minha pessoal também! 
Contando num tom divertido e com ilustrações igualmente giras este é um conto de fadas com um fim diferente mas que nem por isso deixa de ser perfeito.

0 leitores reagiram:

Que pensam Encruzilhad@s?